Viagra Vs. Cialis: Qual É A Diferença?


Qual é a diferença entre Cialis e Viagra?

Viagra (sildenafil) e Cialis (tadalafil) podem ser eficazes em menos de uma hora. No entanto, para alguns pacientes, esses medicamentos podem funcionar ainda mais rapidamente. O sildenafil irá agir de forma segura durante um período que vai desde 6 horas até 8 horas; já o tadalafil consegue atuar até durante 36 horas.

Para pesar os benefícios e os riscos do Cialis versus o Viagra, é necessário possuir alguns conhecimentos básico sobre cada um. Uma breve comparação entre Viagra e Cialis pode ser feita ao examinar como é que cada um pode ser utilizado ("conforme necessário" aplica-se para ambos e diariamente aplica-se ao Cialis), o tempo que leva para cada um atuar, o tempo de duração da atuação dos mesmos, e os efeitos secundários que cada um deles poderá causar.


Tratamentos populares para a DE


Características Principais

Para descobrir qual destes medicamentos será o mais adequado para si, deverá conversar sobre o assunto com o seu médico.

No entanto, um só problema raramente se torna num fator que faz com que os homens considerem tomar um medicamento para a disfunção erétil. É sim uma combinação entre: as circunstâncias sociais de um homem (e a da/o sua/eu parceira/o); a sua necessidade para obter um início rápido do efeito da medicação e uma duração da ação prolongada; a reação individual à droga em termos de efeitos secundários; o histórico médico anterior do indivíduo; quaisquer outros medicamentos que tomem; e a definição muito pessoal do que significa alcançar uma ereção satisfatória para a atividade sexual.


Como É Que Funciona Viagra E Cialis

Viagra e Cialis fazem parte de uma família de medicamentos chamada inibidores da PDE-5. PDE-5 (fosfodiesterase de tipo 5) é uma enzima que atua como a segurança do sistema reprodutivo. Isto porque reduz uma ereção ao empurrar o sangue para fora do pênis (por meio de uma reação em cadeia que envolve outras moléculas). Viagra e Cialis funcionam ao bloquear a PDE-5. Assim, é possível manter os níveis elevados de uma substância conhecida como cGMP, cuja função é relaxar os músculos lisos e incentivar os vasos sanguíneos a aumentar. Isso faz com que o sangue possa fluir mais livremente, inclusive para o pênis.


Viagra vs. Cialis

O Viagra deixa o seu organismo após cerca de 6 horas a 8 horas, enquanto o Cialis pode funcionar durante 24 horas até 36 horas. No entanto, o efeito do medicamento pode não ser necessário depois de 6 horas ou 8 horas, e quaisquer efeitos secundários (além de qualquer efeito positivo) que possam causar, vão desaparecer rapidamente, à medida que o medicamento sai da corrente sanguínea. Isso significa que alguém que sofra de uma congestão nasal ou de rubor enquanto usa Cialis ou Viagra, poderá beneficiar ao tomar o medicamento com o tempo de ação mais curto, que neste caso é o Viagra.


Viagra Vs. Cialis


O período de tempo em que um medicamento funciona é importante para muitas pessoas. Vamos considerar um exemplo com dois homens. Pode-se prever quando a atividade sexual ocorrerá. Uma droga que funcione rapidamente e que também consiga sair rapidamente do seu sistema seria a escolha ideal, como é o caso do Viagra. Outro homem pode saber que o sexo ocorrerá durante um fim de semana, mas não pode saber exatamente quando isso ocorrerá. Para ele, um medicamento com um período mais prolongado de atividade é muito mais importante do que quanto tempo leva para um medicamento começar a funcionar. Para ele, seria recomendado tomar Cialis. Além disso, o Cialis pode ser tomado numa dose diária baixa e, para um grupo específico de pacientes, isso é o ideal.


Efeitos Secundários Do Viagra E Do Cialis

Os efeitos secundários comuns do Viagra e do Cialis incluem tonturas, dor de cabeça, rubor, dores de estômago ou indigestão, visão embaçada, alterações na cor da visão, sintomas semelhantes aos da gripe (como nariz a pingar ou entupido ou até dor de garganta), problemas de memória, nos músculos ou dor nas costas, insónias ou ejaculações anormais.

Os efeitos secundários menos comuns do Viagra e do Cialis incluem priapismo (uma ereção prolongada que não desaparece), sintomas semelhantes a ataques cardíacos, problemas oculares como perda súbita de visão, zumbido nos ouvidos ou perda de audição, convulsões ou inchaço nas extremidades. Os efeitos secundários dos quais você poderá sofrer, poderão determinar se o Viagra ou o Cialis são a escolha certa para você. Por exemplo, se você ficar com o rosto avermelhado ou com uma dor de cabeça ao usar o Cialis, poderá ponderar que o medicamento de ação mais curta, o Viagra, talvez seja a melhor opção.


Não Tome Viagra Ou Cialis Se Você:

  • Toma nitratos ou alfa-bloqueadores;
  • Sofrer de pressão alta ou de pressão arterial baixa;
  • Toma riociguat para a hipertensão arterial pulmonar;
  • É alérgico ao sildenafil, ao tadalafil ou a qualquer um dos ingredientes inativos do Viagra ou do Cialis;
  • Não se encontra saudável o suficiente para a atividade sexual;
  • Se misturar com nitrato de amila (poppers). Tal ação pode causar uma queda insegura da pressão arterial que poderá ser fatal;
  • Se você tiver efeitos colaterais ao tomar Viagra ou Cialis, fale com o seu médico imediatamente. Deverá parar de usar Viagra ou Cialis e procurar ajuda médica imediata se tiver algum dos seguintes sintomas:
  • Perda súbita de visão em um ou ambos os olhos;
  • Diminuição ou perda repentina da audição;
  • Dor no peito, tonturas ou náuseas durante o sexo;
  • Uma ereção com duração superior a quatro horas (priapismo);

Antes de tomar Viagra, Cialis ou qualquer outro medicamento para a disfunção erétil, converse com o seu médico sobre os possíveis efeitos secundários e se você é saudável o suficiente para fazer sexo.


Outros Medicamentos Para Disfunção Erétil

Dois outros medicamentos para a disfunção erétil são Levitra (vardenafil) e Spedra (avanafil). Estes medicamentos também são inibidores da PDE-5 e funcionam de uma forma semelhante ao Viagra e ao Cialis. Spedra pode ser administrado 15 minutos antes da atividade sexual.


Outras Estratégias De Disfunção Erétil

Existem ainda mudanças no estilo de vida que poderá adotar e que podem melhorar a disfunção erétil. Alguns exemplos incluem: perder peso, fazer mais exercício, alterar a sua dieta; e interromper ou reduzir o uso de tabaco, álcool e drogas. Leia mais sobre 11 formas naturais de como proteger a sua ereção aqui .Mas se você estiver a enfrentar a disfunção erétil, é importante conversar com um médico sobre o assunto. A disfunção erétil não é só causada pela desativação da PDE-5. Pode ser ainda um sinal de uma condição médica mais séria, como uma doença cardíaca, depressão ou baixos níveis de testosterona.


Tratamentos populares para a DE


Referências

Washington, S. L., & Shindel, A. W. (2010, 7 de setembro). Uma dose diária de tadalafil para a disfunção erétil: complacência e eficácia. Retirado de https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2939761/.


Última atualização:23.06.2020


visa'mastercard'maestroPayPal'trustly'bank wire